• Pôster no Quadro

Tudo sobre Fine Art

A beleza em ter quadros decorativos ou placas decorativas com impressão em alta definição, com fidelidade do que é visto no digital, com garantia de preservação, tendo como critérios as exigências dos museus, galerias e colecionadores, é possível por meio da impressão em fine art.


Nesse post você vai conhecer mais sobre essa técnica que mantém a preservação das obras de forma que não se deteriore e perca o seu valor.


Vamos apontar aqui quais são as especificações técnicas de impressoras, papéis adequados, tintas que são as mais corretas e muito mais.


Um ponto muito curioso, que poucas pessoas sabem, é que o papel para esse tipo de técnica de impressão é tão delicado, que a pessoa que vai manipular o papel obrigatoriamente só pode realizar tal atividade usando luvas.



O que é Fine Art?


Também conhecido como belas artes, Fine Arts são obras de arte que foram pensadas e criadas para alcançar o alto nível estético, ou seja, obter uma alta definição de forma que sejam reconhecidas pela excelência de sua beleza.


Obras em fine art podem ser representadas por diversos meios e formatos, tais como:

  • fotografia;

  • desenhos;

  • ilustrações;

  • pinturas;

  • e qualquer outro tipo de representação grátis.


O que é impressão Fine Art?


Impressão fine art é uma técnica de transferir as imagens em fotografias, pinturas, artes digitais para papéis de qualidade.


Para realizar com excelência essa técnica, é preciso saber gerenciar equipamentos, insumos, além do cuidado e atenção de quem realiza o processo. Por anos esse tipo de técnica era muito limitada, pois a tecnologia dos equipamentos e insumos não permitiam a durabilidade das impressões, tão pouco a fidelidade da imagem, resultando em imagens borradas, com pixels estourados, sem qualidade e sem graça.

impressao-pixada

Atualmente, com o avanço da tecnologia de impressão, o desenvolvimento de impressoras, de tintas de qualidade e papéis específicos, contribuem significativamente para que hoje seja possível criar com exatidão a beleza de uma obra de arte, mas principalmente, que permanecerá por muito tempo com a mesma qualidade.


Um detalhe muito importante é preciso ser dito! Se não houver equipamentos, insumos e técnicas corretas, apenas haverá uma má impressão.

impressao-fine-art

Quais são os requisitos mínimos para a impressão fine art?


Para que uma impressão fine art seja feita de forma correta, alguns equipamentos e insumos são indispensáveis:

  • impressora de alta definição;

  • tinta adequada e de qualidade;

  • papel adequado e de qualidade;

  • monitor calibrado corretamente;

É muito importante que todos os requisitos tenham a mesma atenção, e estejam em harmonia, pois um deles não sendo de alta qualidade implicará consideravelmente em ter uma impressão 100% fine art.


Vamos apontar item a item o quão importante é para uma excelente qualidade.



Impressora para Fine Art

O primeiro e principal requisito para uma impressão fine art é a impressora. Com um equipamento de qualidade você irá garantir a fidelidade das cores, conseguindo transferir para o papel toda a resolução e detalhes encontrados no meio digital. A alta resolução que uma impressora oferece é atribuída a capacidade do equipamento imprimir cores e possibilitar suaves gradações de tons em fotos, sendo assim, se a impressora comportar o maior número de cores, conseguirá alcançar maior gama de combinações de cores e contrastes nas impressões.

Uma dica de ouro aqui, é você não trabalhar com uma impressora com menos de 6 cores, se possível, dê preferência para as impressoras com 12 cores!

Outro ponto importante de saber sobre a impressora, é entender qual o modo que ela irá jogar a tinta no papel.

Nesse caso, escolha uma impressora que possua a tecnologia jato de tinta. Com esse tipo de impressora, é possível ter uma série de vantagens na impressão, por exemplo, a capacidade de trabalhar com papéis de fibra de algodão, absorver diversas gramatura e texturas, papéis de aquarela, canvas, tecidos e outras possibilidades.


Fato muito importante para uma impressão fine art, é que ela usa um tipo de papel de alto nível, portanto é preciso contar com uma impressora adequada, caso contrário, nada feito! Recapitulando: É preciso ter um equipamento que possua os requisitos necessários, capazes de reproduzir imagens com tonalidades e qualidade;


Pensar em uma impressora “mais ou menos” que não tem a tecnologia adequada, não é possível fazer nada para melhorar a qualidade de impressão.



Tinta para Fine Art


Em conjunto com a impressora, a tinta adequada também é fator essencial para uma boa impressão fine art, e duas coisas precisam ser avaliadas:

  • qualidade da tinta

  • tipo de tinta

Sempre utilize os cartuchos de tinta que sejam originais para a sua impressora. Não pense em economizar e usar uma tinta de má qualidade, suprimentos “paralelos” além de comprometer a qualidade da sua impressão, podem danificar o seu equipamento. É sabido que cartuchos de “procedência duvidosa” danificam peças da impressora, acarretando em mau funcionamento do equipamento no momento da impressão. Vale ressaltar também que, os “cartuchos paralelos” em hipótese alguma irá permitir a fidelidade das cores e detalhes da imagem, o que é fator determinante para a impressão fine art.


Além da qualidade da tinta, ou seja, de boa procedência e original para a sua impressora, o tipo de tinta também é muito importante., ela deve ser a tinta pigmentada. As tintas pigmentadas possuem a capacidade de se fixarem sobre a superfície do papel, diferente das tintas corantes que penetram no papel.


Com as tintas pigmentadas fixadas na superfície, cada gota de tinta ficará no local exato que foi despejado, não expandindo para outros locais do papel, o que garante a resolução da imagem.


Além disso, esse tipo de tinta é mais resistente à água e à luz, garantindo a conservação das imagens em todos os detalhes.


Mais uma dica de ouro aqui, no mercado existem tintas que são resistentes à ação do UV e não perdem a cor, caso a obra fique exposta ao ar livre é importante contar com esse tipo de tinta.


Papel para fine art


A vida útil de uma impressão fine art depende muito da escolha do tipo de papel. Caso o papel seja de má qualidade, ele irá impedir que a tinta seja fixada e adira corretamente, o que impedirá a qualidade na resolução e definição de detalhes, como também a conservação a longo prazo.

Marcas que podemos citar como papéis fine art de alta qualidade:


A Pôster no Quadro para garantir a qualidade de nossos produtos, utilizamos os papéis da Hahnemühle.

Acima citamos as marcas de papéis, mas há tipos de papéis adequados para fine art:

  • Papel alfa celulose;

  • Papel de algodão.



Manipulação dos papéis


Como comentamos no início do nosso artigo, para manusear esse tipo de papel é preciso muito cuidado e atenção, inclusive com o uso de luvas de algodão, vamos explicar o porquê. Esses tipos de papéis são muito sensíveis e facilmente irão gravar as suas digitais, outro fator que também irá causar danos aos papéis é a oleosidade da pele (da sua mão) e ambas as situações, posteriormente afetará a impressão de alta qualidade.


Portanto, nunca manuseie os papéis sem calçar as luvas de algodão!


Calibração do monitor para fine art


O monitor é o dispositivo que você visualiza a imagem que quer uma impressão fine art, portanto, ele precisa estar calibrado adequadamente para que o que se vê no monitor seja refletido no papel após a impressão.


Fazer a calibração correta do monitor é primordial para que não ocorra divergência de cores no momento da impressão. Isso ocorre porque o monitor emite sua própria luz, já a impressão no papel absorve a luz externa. Esse descompasso de luminosidade pode acarretar “divergências” nas tonalidades da imagem na hora de imprimir, pois você irá ver um resultado no monitor e outro no papel.

Trabalhar com um monitor descalibrado pode fazer você perder tempo e dinheiro. Afinal, uma vez que o resultado final não é o aprovado pelo cliente, o mesmo pode mandar com que tudo seja refeito, ou simplesmente desistir.


Agora que você já descobriu que calibrar o monitor é uma etapa obrigatória, vamos ver algumas dúvidas frequentes sobre esse processo.

A calibração do monitor depende de alguns fatores, entre eles:

  • qualidade do monitor;

  • equipamento de calibração de monitor;

  • recorrência de calibração.

A qualidade do monitor é muito importante, recomendamos os monitores IPS (In-Plane-Switching), pois eles possuem tecnologia de frequência de Hz até 3 vezes maior do que um monitor comum, além de contar uma maior gama de cores e precisão de imagem.


Calibrar o monitor no "olhômetro" não é recomendado, pois além da cor é preciso calibrar também o contraste e o brilho, com isso os nossos olhos nunca conseguem distinguir perfeitamente a diferença das sutis tonalidades.

Para uma calibração efetiva e correta existem os equipamentos espectrofotômetro, um aparelho profissional que irá calibrar de forma plena e perfeita o seu monitor.


Outro fator importante da calibração de monitor é a recorrência das calibrações. Um monitor de alta qualidade novo pode ser refeito a calibração a cada 4 semanas, já monitores comuns, monitores com mais de seis meses de uso requerem uma calibração semanal.



Perfis ICC de impressoras para fine art O perfil ICC é um arquivo que apresenta as informações da identidade da cor de uma determinada impressora e determinado papel, ou seja, são dados que indicam exatamente como a impressora deve operar ao imprimir em um papel específico.


Uma nova dica de ouro aqui, os perfis ICC não podem ser utilizado em vários tipos de papel, portanto, para papéis diferentes é preciso perfis ICC diferentes.

Para obter os diferentes perfis ICC você pode buscar nos sites dos fabricantes dos papéis e fazer o download dos arquivos. Vamos indicar o passo a passo, bem simples, das duas marcas que citamos: Perfil ICC para papel Hahnemühle:

  1. Acesse o site da fabricante Hahnemühle e busque pelo download dos drivers;

  2. Clique em “Manufacturer” e selecione a marca da sua impressora;

  3. Clique em “Printer” e selecione o modelo da sua impressora. Caso a sua impressora não esteja na listagem, acesse a página para download de perfil ICC para impressoras de modelos antigos;

  4. Clique em “Paper Group” e selecione o tipo de papel;

  5. Na lista de papéis disponíveis, clique nos que você deseja;

  6. Depois disso é só clicar em “Download ZIP file“.


Download de Perfil ICC para papel Canson:

  1. Acesse o site da fabricante Canson e busque por download dos perfis ICC;

  2. Clique em “Printer Brand” e selecione a marca da sua impressora;

  3. Clique em “Printer Model” e selecione o modelo da sua impressora;

  4. Na lista de papéis disponíveis, clique em todos os perfis que você deseja;

  5. Depois disso é só clicar em “Download“;


Chegando ao final do nosso artigo, nele você pode entender um pouco mais da técnica para impressão fine art, desde a escolha de equipamentos e insumos até como calibrar monitor.


Vale mencionar que essas são as práticas que a Pôster no Quadro utiliza para a produção de seus quadros decorativos e placas decorativas, sempre com o objetivo de entregar o melhor produto aos seus clientes, Gostou do nosso artigo e das dicas?


Se tiver qualquer dúvida ou sugestão, use a caixa de comentário abaixo para que possamos conversar!


Um abraço,

Equipe Pôster 🧡

31 visualizações0 comentário